sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Procurando uma Razão

Não sei descrever meu estado psicológico no momento, nem me atrevo a tentar entender, mas tenho em mente que não é dos melhores. Talvez eu esteja pagando o preço por fugir de quem sou, talvez eu precise mesmo ser errado e parar de viver para as pessoas ou simplesmente não me encaixe nessa sociedade e nos conceitos de correto de pessoas que nem sequer sabem o que é certo.
Minha esperança nasceu no menor dos lugares, quando já me dava por um ser solitário que vive apenas para objetivos sórdidos e sem sentido, encontrei uma guria que me fez querer realmente sonhar novamente e parar de viver para luxuria, me conquistou com seu jeitinho meigo e carinhoso.
Então porque estou novamente aqui nesse inferno criado em minha cabeça? Confuso, desmotivado e totalmente sem vontade de continuar em frente. Seguindo em uma busca inútil pela razão ao qual o mundo me decepciona tanto e eu sempre erradamente o retribuo.
















Vivendo de meias palavras e num luto sem fim pelo guri que nunca perdia o sorriso, passando a um fraco cheio de raiva de tudo e todos.

3 comentários:

Roger Silva disse...

Recomendo a leitura de Albert Camus

tamys disse...

Ana Paula Bargas disse...

<3 perfeito

Postar um comentário

Deposite sua idéia aqui! :)