segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Jardim dos Sonhos

Olhe, logo ali sentado ao jardim dos sonhos,
Um garoto com pensamentos longínquos,
Perdido em meio a sentimentos e decisões,
Abrasa em seu ser a responsabilidade do Mundo,
A qual ele tenta mostrar o dom do improviso.

Já emergiu muitas vezes nas dores da vida,
Mas sofre mesmo é com uma condolência oriunda do coração,
A qual não para de percutir com o disparar do gatilho,
Disparo acionado por o simples pensar nela.
Aquela que ali há muito habita,
Arrebatando o garoto aos sonhos muitas vezes não contados,
E com uma simplicidade digna de um anjo,
Arrancando-lhe aquele sorriso resguardado no interior dele.

Observo esse garoto e com congruência,
Afirmando que o tempo vai desintegrar esses obstáculos
E se abrirá apenas dois caminhos para se seguir.
Se eu não fosse esse garoto, o chamaria de tolo,
Mas sabendo o espavento que a falta dela faz.
Assevero que esse coração não bate mais para viver,
Pulge apenas com o Amor e Carinho que tem por ela.
E o relógio pode dançar no ritmo do tango,
Adejando seus límpidos ponteiros pelo tempo,
Mas o caminho do garoto

SEMPRE SERÁ AO LADO DELA




Nesse jardim há no centro uma flor raríssima chamada Amor, que só a pessoa que a plantou irá colher.
E o garoto aguardará pacientemente e apaixonadamente a chegada daquela que dará brilho ao jardim.

P
Read more »

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Se amar você for um crime, eu quero a sentença de ficar preso a ti pela eternidade

Após um temporal na noite passada, o dia se levanta nublado, assim como minha mente diante dos problemas cotidianos e corriqueiros. Se falta concentração e afinco, me sobra visão no futuro, onde consigo enxergar sorrisos, abraços, carinhos ao Luar, vou relevando essa falta de você e tudo o que me apetece, aguardando como um cão que espera com saudades a volta de seu dono.


Dona do meu coração

P&G
Read more »

domingo, 21 de novembro de 2010

Se isso não é amor, o que mais pode ser?

Oiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

Hoje não consigo esconder um sorriso, não some alegria de escutar a voz dela e só sacramentar o que meu coração me apresenta sem questionar. Eu fico durante horas inerte pensando nela, imaginando ela, planejando com ela, lembrando dela, amando-a, simplesmente vivendo e quando tento dizer o quanto amo ela, as palavras fogem como se quisessem me mostrar que elas não podem expressar o que muito gostaria de falar e ela de ouvir.
Aquele mundo perfeito tão sonhado e almejado não existe sem ela, e aqui nesse espaço de palavras fortes e cheias de sentimentos, confesso estar rendido a esse Amor Mágico. Apaixonado pela mulher da minha vida, perdido em vontades de estar ao lado dela e poder amá-la por inteira.
E assim vamos caminhamos, com um amor no peito, um sorriso no rosto e um olhar apontado e apaixonado em direção daquela que é proprietária de todos meus pensamentos.




♥ G&P ♥

Você é aquela que o meu coração habita
Única e favorita
Estrela da minha vida
E da minha escrita
Read more »

Aonde quer que eu vá, levo você

Após uma Sexta Feira corrida, não tive vontade de voltar para casa, nem sequer de reprimir algo dentro de mim.
Pensei em dezenas de lugares que poderia ir e fui levado ao Pico do Jaraguá, onde de tão alto pode-se ver tudo em volta, então tentei com olhos de águia enxaguar o que eu queria, mas só pude ver uma cidade de concreto sem alegria. Quem eu queria ver estava muito distante, além das linhas do horizonte, muito depois daquelas montanhas e ao mesmo tempo tão perto, sempre ao meu lado.
Lembro de sentar-me a grade e observar o pôr-do-sol, minutos depois estava a sonhar e delirar em pensamentos de minha amada, tão linda, tão meiga, tão perfeita. Sentado a grade que estava com um olhar sério e distante, comecei a rir de alegria, rir de poder amar tanto uma pessoa.
E do alto daquele pico, peço aos ventos que leve meu amor até ela e toque uma linda melodia, pois sei que mesmo distante, ela há de lembrar-se de mim.

♫ Se isso não é amor
O que mais pode ser? ♪



(P&G)
Read more »

sábado, 20 de novembro de 2010

Sopa de letrinhas

SENTIMENTAL

Ponho-me a escrever teu nome
com letras de macarrão.
No prato, a sopa esfria, cheia de escamas
e debruçadas na mesa todos completam
esse romântico trabalho.

Desgraçadamente falta uma letra,
uma letra somente
para acabar teu nome!

- Está sonhando? Olhe que a sopa esfria!

Eu estava sonhando...
E há em todas as consciências um cartaz amarelo:
"Neste país é proibido sonhar."

Carlos Drummond de Andrade


^^ Amo Guria
Oiiiiiiiiiiiiii
Read more »

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

O que há de errado com as pessoas?

Como dizia meu adorado escritor Antoine Saint-Exupéry:
As Pessoas são incapazes de entender o sentido da vida, pois tratam ela com seriedade e complexidade dos adultos, quando deveriam buscar a inocência e alegria das crianças.

Sem mais por hoje

A quem interesse: http://pensamentosbygian.blogspot.com/2010/11/garoto-acorrentado.html#comments
Read more »

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Volta do Feriado



Depois de dias maravilhosos em Balneário Camboriú em Santa Catarina, volto a velha rotina com um pouco de animação até o Natal, data a qual quero falar muito com uma postagem bem linda no começo de Dezembro.





'Toca o sino, pequenino,
sino de Belém
Já nasceu o Deus Menino,
para nosso bem'





Natal tão esperado para depois e algo importante que gostaria de comentar para agora.


Eu como autentica paulistana nascida no bairro do Jabaquara nessa maravilhosa cidade chamada São Paulo devo estranhar o fato de nós paulistas passarmos o ano inteiro no trânsito, tente pegar a Avenida Santos Dummont em horário de pico e conhecerá o sentido de estar parado, tente encarar a Avenida do Estado e bata seu recorde de congestionamento e na volta para casa vi que é por ai mesmo, adoramos transito, chega o feriado e bora para praia, bora descansar, bora passar horas dentro de um carro e vai formando aquela fila de carros de todas as marcas possiveis e depois de contar todos os carros vermelhos e pretos, ja não há mais nada a se fazer a não ser imitar o burro do Shrek: 'Ta Chegando?'

Depois de dias maravilhosos em Balneário Camboriú em Santa Catarina, volto a velha rotina com um pouco de animação até o Natal, data a qual quero falar muito com uma postagem bem linda no começo de Dezembro.

'Toca o sino, pequenino,
sino de Belém
Já nasceu o Deus Menino,
para nosso bem'

Natal tão esperado para depois e algo importante que gostaria de comentar para agora.

Eu como autentica paulistana nascida no bairro do Jabaquara nessa maravilhosa cidade chamada São Paulo devo estranhar o fato de nós paulistas passarmos o ano inteiro no trânsito, tente pegar a Avenida Santos Dummont em horário de pico e conhecerá o sentido de estar parado, tente encarar a Avenida do Estado e bata seu recorde de congestionamento e na volta para casa vi que é por ai mesmo, adoramos transito, chega o feriado e bora para praia, bora descansar, bora passar horas dentro de um carro e vai formando aquela fila de carros de todas as marcas possíveis e depois de contar todos os carros vermelhos e pretos, já não há mais nada a se fazer a não ser imitar o burro do Shrek: 'Ta Chegando?'



Um BeiJãoooo para todos de Santa Catarina, adorei aquele lugar... :)

Read more »

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Hora de se entregar

Pára pra pensar, porque eu já me toquei,
Eu te escolhi você me escolheu, eu sei.
Tá escancarado, vai negar pro coração?
Que você tá com sintomas de paixão!

É quando os olhos se caçam em meio à multidão,
Quando a gente se esbarra andando em qualquer direção.
Quando indiscretamente a gente vai perdendo o chão, vai ficando bobo,
Vai ficando bobo...

E aí já era é hora de se entregar,
O amor não espera, só deixa o tempo passar.
E fica pro coração, a missão de avisar,
E o meu tá dando sinal: e tá querendo te amar!

video 



Read more »

sábado, 13 de novembro de 2010

Sinto falta de você

Sinto falta de você
Como o orvalho sente da flor
De pairar sobre suas pétalas
Sinto falta do teu amor.

Sinto falta
De me enlaçarem seus braços
Me fazendo viajar por entre
As estrelas no espaço

Sinto falta do seu beijo
Que me completa
Do seu amor, que se encaixa
Perfeitamente em mim
Sinto falta do seu olhar, do seu sorriso
Dos longos carinhos sem fim

Sinto tanta, mais tanta saudade
Que não consigo me conter
Gostaria de correr contra o tempo
Porque simplesmente, sinto falta de você!


Esse arrepio que me dá quando penso em você é mágico e faz tudo ser tão lindo, tão simples, tão apaixonante. Me deparo com tal sentimento e digo sem medo que isso é AMOR!

"Quando penso em você, o meu coração aquece"

♥P&G♥
Read more »

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

É do seu lado que quero estar

Palavras duras ditas no silêncio da solidão, desespero encontrado nas saudades e tudo foi fazendo cada vez menos sentido. Então porque negar que meu dia é feliz junto dela!? Pra que fingir que meu coração quer estar longe dela!?
Ai Amor, meu grande amor, não sei por que complicamos tanto, quando a felicidade sempre esteve conosco, ali logo atrás daqueles medos e dúvidas, mas olhe só eles sumiram. Custaram muitas lagrimas e sofrimentos, mas finalmente podemos enxergar o horizonte, onde esse amor não é censurável, onde tudo que nos espera são nossos sonhos. Uma bela casa nas montanhas, veja só aquele lindo jardim já mostra seus brotos e a paz emana no exagerado necessário para que nossos olhares nunca deixem de brilhar na intensidade de um Amor Verdadeiro.
Rendo-me aos delírios de nossa história com a confiança na pessoa que sempre me mostrou um mundo perfeito, onde voar sem limites na ausência do medo de cair novamente. Grito ao quatro cantos que ela é a mulher da minha vida, que minha vida não esta atrelada a ela, mas que ela é minha vida.



P&G FOREVER AND EVER
Read more »

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Garoto acorrentado

Há um garoto preso
Preso nos sonhos
Ou talvez pesadelos
Preso pelo medo de voar

Seu crime é banal
Condenado a sofrer
Por amar demais

Pobre garoto
Tenta encontrar forças
Pra arrebentar essas correntes
Mas não percebe
Que só o que há em seu Coração
Pode o faze-lo

















Livre-se dessas correntes ou perderá o mais importante, seu orgulho e sua integridade.
Read more »

Cara nova ao Blog

Em respeito e admiração ao leitores do Blog, não irei larga-lo as moscas, mas também não posso garantir que meus posts se mantenham frequentes, pois minha vontade de escrever é quase nula. Meias palavras ja não servem mais, escritos sem sentido não dão ar de realidade e meu pensamento teimoso não quer sair de quem busca, mas terá de aprender a viver num pesadelo eterno.

Apresento a vocês, acho que os homens gostarão mais do que as mulheres, minha grande amiga e mais nova escritora do Blog, Camila (maluca, mas não espalhem!). Que ela coloque felicidade e alegria nesse blog atualmente melancolico, desde que não mude a cor dele.

PS.: Amanhã é Aniversário dela, então caprichem nos comentários.

Boa sorte Cammy e que o pensamento esteja com você.
Read more »

A nossa música nunca mais tocou...

Pra que mentir
Fingir que perdoou
Tentar ficar amigos sem rancor
A emoção acabou
Que coincidência é o amor
A nossa música nunca mais tocou...

Pra que usar de tanta educação
Pra destilar terceiras intenções
Desperdiçando o meu mel
Devagarzinho, flor em flor
Entre os meus inimigos, beija-flor

Eu protegi o teu nome por amor
Em um codinome, Beija-flor
Não responda nunca, meu amor
Pra qualquer um na rua, Beija-flor

Que só eu que podia
Dentro da tua orelha fria
Dizer segredos de liquidificador

Você sonhava acordada
Um jeito de não sentir dor
Prendia o choro e aguava o bom do amor
Prendia o choro e aguava o bom do amor

video

Cazuza - Codinome Beija-Flor (Download)
Read more »

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Teatro da Vida

Escrevo hoje não para desabafar, não para suprir esse vazio, muito menos para agraciar a leitura de curiosos. Recobro me a esses escritos apenas para deleitar meus sinceros pensamentos, até então guardados aos cuidados do fatídico medo e algo mais forte que eu nunca irei entender.

Acredito que todos em algum momento da vida tenham comparado sua existência a uma peça de teatro, onde os personagens não passam de marionetes nas mãos do cruel diretor destino que preza em contrastar a alegria e a tristeza, como malabares contorcidos pela contrariedade do mundo. Transcorreu-me esses pensamentos algumas dezenas de vezes, mas eu fugia da idéia que nossa vida tivesse essa patética simplicidade de se apresentar atos planejados, mostrando a competência e organização, almejando os aplausos de uma platéia inexistente. Mas será que o agir por um impulso, uma vontade, um gesto, talvez até por nada, não possa existir!? Será que não seria melhor enaltecer os próprios atores que contracenam conosco, ao invés de aceitarmos a mediocridade humana de simplesmente ir seguindo em frente!?

E ao abaixar da cortina para o fim de mais um ato, fica as lembranças do passado, uma dor no peito que me acompanhará por muito tempo e um gigantesco horizonte à frente, com a certeza que daqui pra frente vou pelejar com as armas do aprendizado, onde Ideais e Caráter valem muito mais que um toque de Loucura!



Apesar de cravejado de espinhos em uma dor intensa, olho para trás e guardo o sorriso que se mantém tatuado em minha mente. Não peço aplausos a platéia que não aprovaria esse fim deprimente, mas convido-os para os momentos felizes e que não esperem acalentamento por parte de minha pessoa.
Read more »

Deposite sua idéia aqui! :)